Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2009

ELE QUER AS CHAVES DO PODER!!

Imagem
O presidente da Venezuela, Hugo Chavez, venceu o referendo que permite a ele se candidatar pela terceira vez ao cargo de presidente do país. Saiu-se vitorioso e já se lançou candidato nas próximas eleições, numa euforia que pode demonstrar ao mundo sua vontade de se tornar ditador de uma das repúblicas mais tipicamente caudilhescas da América Latina. Com esse referendo, Chavez deixa claro ao continente e ao mundo que a aprovação popular abre-lhe caminho para o socialismo , que é sua proposta de governo de caráter revolucionário.
Apesar da leve mudança de postura em relação aos Estados Unidos, com quem admite dialogar em um futuro próximo, Chavez mantém sua convicção de levar à frente um regime de governo populista e imbuído de espírito ditatorial disfarçado em democracia. Entretanto, toda sua soberba se baseia em políticas assistenciais muito típicas dos governos latino-americanos, do qual nosso presidente tupiniquim é um bom representante, e da produção de petróleo que o mantém no …

MUITA CALMA NESSA HORA!!!

Imagem
A crise econômica global já chegou aos países industrializados, principalmente na Europa, e está destruindo empregos ao mesmo temo que reduzindo o poder de compra dos cidadãos, o que impede que o dinheiro circule no comércio e ative a indústria. O resultado é uma desaceleração da produção e o consqüente desemprego. As grandes multinacionais amaricanas, européias e asiáticas estão preparadas para demitir milhares de trabalhadores com a intenção de não fechar suas portas e amargar prejuísos na casa decentenas de milhões dólares. Enquanto isso, os pricipais governos ocidentais injetam dinheiro na economia tentando resgatar bancos e poder de consumo dos indivíduos.
O consumidor, receoso do que poderá lhe acontecer de imediato, evita gastar dinheiro, mesmo no comércio, e já neste último Natal, pôde-se notar atrvés dos índices econômicos gerais publicados pelos orgãos de pesquisa que uma queda significativa de consumo foi sentida em números relativos nas principais capitais do mundo. Manche…